Por mais dinheiro no nosso bolso

julho 24, 2010

Idealizado pelo administrador e colecionador de jogos Moacyr Alves Jr e apoiado por políticos e donos de distribuidoras de jogos, segue um projeto que visa reduzir de 80% para 15% o valor dos impostos sobre o preço de um jogo de videogame. O Jogo Justo tem por objetivo apresentar um relatório à Receita Federal contendo dados do mercado de jogos do país para então conseguir a redução das alíquotas do PIS/COFINS (Programa de Integração Social / Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) e do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), além de sumir com o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) por dois ou três anos. Com isso, jogos em lançamento — que hoje custam R$ 250 — passarão a custar cerca de R$ 100.

O projeto vem ganhando grande repercussão no Twitter e conseguindo importantes parceiros como Konami, Walmart e Ponto Frio.

Se você é como eu que sempre quis ter o prazer de ter seus jogos preferidos originais, com caixinha, encarte, brindes e edições especiais sem ter que pagar um preço abusivo por isso, apoie também o Jogo Justo.

Fontes: GameBlog e Jogo Justo


I’m back… and older!

junho 1, 2010

Olá. Ultimamente eu estou vivendo em uma caverna cheia de computadores que não me deixam dar atenção para o que realmente importa, por isso não posto nada desde… enfim. Hoje eu tive que vir até aqui e postar algo porque, afinal, hoje o QeCoisa! completa 1 ano de existência :-D. E para comemorar essa data, as primeiras 50 pessoas que comentarem esse tópico, ganharão iPads… tá, isso é mentira.

Muita coisa legal aconteceu desde a criação do QeCoisa!, e algumas delas, aconteceram a pouco tempo, principalmente no mundo da tecnologia. O Google, que sempre surpreende quando mostra algo novo, anunciou recentemente o Google TV. O novo serviço levará a consagrada busca até às TVs interativas e permitirá a criação de aplicações por meio das APIs disponibilizadas pela empresa. Portanto, se você é um desenvolvedor, trate de aprender a usar essas APIs, pois, contando, de cara, com uma parceria com a Sony, o Google com certeza está ditando mais uma tendência com esse novo serviço. Outra coisa legal da empresa mais legal do mundo, foi o PAC-MAN na página inicial do buscador, em comemoração ao 30˚ aniversário do clássico jogo de comer bolinhas. Ainda no Google, foi lançado o Beta 6 do Chrome, que está ainda mais rápido. Você deve estar se perguntando e a resposta para a sua pergunta é sim: se o Google fosse um partido político, eu votaria no candidato deles!

Chega de Google agora.

Se você é como eu, que sempre imaginou como seria útil ter o pára-brisa (vá à merda com a nova ortografia) do seu carro como tela do seu navegador GPS, ou simplesmente ficou com inveja do Tony Stark com seu master celular transparente em Iron Man 2, fique feliz, pois isso está caminhando para a realidade. Cientistas doidos que não sabem o que é mulher estão conseguindo, cada vez mais, avanços na criação de circuitos eletrônicos em superfícies transparentes utilizando semicondutores alienígenas. Sem brincadeira agora, os caras estão mesmo conseguindo fazer isso, o que é uma coisa, no mínimo, legal ;-). Você pode pesquisar sobre o assunto no Google (ops), ou ver essa galeria de imagens do Baixaki. Ah, eu acabo de testar algo que também estará disponível para todos futuramente, mas não posso falar sobre isso, hahaha.

Pra fechar o post de aniversário, eu pergunto (e espero respostas nos comentários) o que você, que faz parte das 20 e poucas pessoas que acessaram o blog hoje, gostaria de ver no QeCoisa! E, aproveitando, obrigado a todos que gastam um tempinho lendo as inutilidades que eu escrevo, obrigado mesmo.

Posts legais virão nas férias. E me sigam no Twitter!

Até a vista.


Teste de QI para gamers

abril 25, 2010

Se você gosta de videogame e não está fazendo merda alguma… clique na imagem e perca um tempão.



Já vai tarde

março 1, 2010
IE6 NO MORE!Hoje é um dia bom para todas as pessoas sensatas e desenvolvedores de aplicações web. Hoje é o dia em que o Google abandona oficialmente o suporte ao Internet Explorer 6 para suas aplicações.
O ideal seria não existir IE algum, mas o mundo seria bom demais se isso fosse verdade, então é melhor esquecer. Já dá pra ficar contente com o Google abandonando essa merda coisa, o que implica que quase todo mundo fará o mesmo (que poderia ter sido feito há muito tempo).
É fato que o Internet Explorer é um lixo, seja qual for sua versão, portanto fico muito feliz em ver parte dele morrendo, parte essa que é escolha de 20% dos usuários da internet no mundo, devido aos antigos sistemas corporativos.
Alguns idiotas fizeram até um site (de onde tirei a imagem) para se despedirem de seu querido browser ridículo, onde é possível deixar mensagens de adeus.
Eu só tenho uma coisa a dizer a ele:
DIE, FUCKING IE6!

Buzz, o “Twitter” do Google

fevereiro 9, 2010

Google BuzzO Google divulgou hoje em seu blog mais um serviço voltado à integração de redes sociais e divulgação de conteúdo, o Google Buzz.

O Buzz nada mais é do que um Twitter dentro da sua conta do Gmail. Você escreve lá o que quiser, com o diferencial de poder adicionar imagens e vídeos às mensagens, e todos seus “seguidores” (contatos que também utilizam o Gmail) irão ver o que você postou. É possível ainda integrá-lo com suas contas do Picasa, Flickr, Google Reader e até do próprio Twitter. O serviço também poderá ser usado em celulares, e aí é apresentada uma característica interessante. Se no Twitter é possível saber se a pessoa twittou de um cliente externo, e saber inclusive qual foi esse cliente, no Buzz, mensagens enviadas por celulares terão tags de posicionamento geográfico, será possível saber de que cidade, bairro, etc., a pessoa enviou aquela mensagem. Como dito no blog do Google, a informação geográfica da mensagem a coloca em um contexto diferente, podendo deixá-la mais rica, de certa forma. Por exemplo, eu posto lá no Buzz “Realmente existem pessoas estranhas no mundo…”. Essa frase não tem muito significado pra você se eu não disser o por quê dela. Mas se você olhar no rodapé da mensagem, ou seja lá onde for que isso aparecer, que o endereço de onde eu enviei essa mensagem é o mesmo da faculdade onde eu estudo, logo você irá supor que eu estava dentro da faculdade quando escrevi a mensagem e aí entenderá o que me levou a escrever aquilo :-P. Isso foi só uma brincadeira, mas serve mesmo de exemplo para pensar em como pode ser importante saber “onde você estava quando compartilhou isso”, como o próprio blog do Google diz.

Pode parecer mais do mesmo, oportunismo para aproveitar tudo que o Twitter gerou, mas tudo que o Google cria merece respeito ou pelo menos um “vamos ver no que vai dar”, porque geralmente são coisas muito boas e que você acaba usando. O serviço estará disponível em breve para todos os usuários do Gmail.

Quem se lembra do slogan da EA Games (EA Games, Challenging Everything)? Parece que o Google adotou de vez o mesmo pensamento.


A Todo Volume

fevereiro 4, 2010

Não é costume meu falar de cinema aqui no blog, mas desse filme não tinha jeito.

Estreou na última sexta-feira (29/01, desculpem o atraso) o documentário A Todo Volume (It Might Get Loud), do diretor Davis Guggenheim (Uma verdade inconveniente), que une Jimmy Page (Led Zeppelin), Jack White (White Stripes) e The Edge (U2) para falar de guitarra e a relação de cada um com o instrumento.

O documentário é fantástico! Os três guitarristas contam como a guitarra entrou em suas vidas, como era no começo, as dificuldades, curiosidades, influências, criações, enfim… quem é fã de Rock (de verdade), e/ou de guitarra, precisa assistir a esse filme. Todos os depoimentos são poéticos, cheios de significado, principalmente os do Page. O filme mostra imagens raras da vida pessoal dos músicos, do começo de suas carreiras e… o U2 era muito tosco estranho.

Ver os três juntos, tocando músicas das três bandas, é de arrepiar, de verdade. E os sorrisos do Jack White e do The Edge ao verem o Page tocar Whole Lotta Love são algo que não dá pra explicar, precisa ser visto para entender.

Em São Paulo, o filme está sendo exibido no Unibanco Arteplex, no Shopping Bourbon (confira aqui os horários). Só lhe peço uma coisa: Assista ao primeiro 1min e 45s do filme. Se isso não bastar para que você assista ao resto, pode voltar aqui e me xingar sem dó.

_____________

ATUALIZADO (27/06)

O filme, que já está disponível em Blu-Ray, tem lançamento em DVD previsto para 7/7/2010.


De volta!

janeiro 16, 2010

Olá.

Começamos o ano já falando de uma coisa inútil: Avatares. Mas não são os do filme, muito bom por sinal. São avatares de internet mesmo, essas imagenzinhas que você usa no Orkut, Facebook, Twitter, MSN, Skype, enfim… em todo lugar que dê pra colocar foto com certeza será a primeira coisa que você irá fazer.

Existem muitos sites (SimpsonsSouth Park,  WeeMeeBuiLD YouR WiLD SeLF, FaceYourManga.com, Yahoo! Avatars) onde você pode montar seu bonequinho, escolher rosto, cabelo, roupa, sapato, acessórios e um monte de coisa, mas um deles me pareceu mais legal dos que os que eu já conhecia.

O DoppelMe oferece o que eu sempre senti falta nos outros: Roupas legais! Só por ter a armadura do Stormtrooper já supera qualquer um. Mas não foi só isso que me atraiu. Além dessa roupa, tem também do Halo, aquele jogo do XBOX, do Superman, roupa de Ninja, Papai Noel, Uniforme do Star Trek… Os acessórios também são legais. Você pode criar seu avatar segurando um PlayStation ou um XBOX, ambos tiojolões. O traço dos desenhos é muito bom também, sem falar que é bem engraçado ver seu avatar sem roupa, só com uma folhinha tampando, na hora de criá-lo.

Porém (sempre ele, grande porém!) não é tão fácil conseguir as coisas legais. Para facilitar o “save” dos avatares que você cria, é necessário criar uma conta para armazená-los, até aí tudo bem, é só escolher um nome de usuário, senha, dar seu email e já era. Mas as roupas mais legais do site precisam ser compradas com moedinhas. Mas essas moedinhas não são difíceis de conseguir, basta convidar outras pessoas para o site e se elas se cadastrarem pelo link pessoal que você divulgar, você ganha 2 moedinhas por pessoa cadastrada, portanto, abuse de seu Blog, Twitter, Orkut e afins para divulgar seu link e ganhar moedinhas. Nada de ser obrigado a comprar com dinheiro de verdade se quiser ter algo diferente, a exemplo da Colheita Feliz desgraçada. E os preços também não são abusivos, a coisa mais cara que eu me lembro custava 8 moedinhas. Outra coisa legal é que aquele puzzle em que você tem que achar um carinha com uma roupa listrada, o Where’s Waldo, oferece em seu site a possibilidade de criar o seu próprio Waldo através do DoppelMe.

Como perdi um bom tempo com isso, achei razoável para o primeiro post do ano. Divirtam-se criando bonequinhos e ganhando moedinhas ( GAY DIMINUTIVE MODE [ON] ).